/ Portal educacao / Cursos livres / CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA ADMINISTRAÇÃO DE FÁRMACOS EM SALA DE MEDICAÇÃO.

Cuidados de enfermagem a pacientes com intoxicações exógenas



São usados no tratamento de fraturas e, em certas situações, na imobilização após uma cirurgia ortopédica. Os doentes do foro músculo-esquelético são cada vez mais frequentes devido, em grande parte, a acidentes com veículos motorizados, quedas, acidentes decorrentes de práticas desportivas e recreativas.

CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTE COM ANSIEDADE

Essa fase é caracterizada por falência hematológica, metabólica, pulmonar, do sistema nervoso central, cardiovascular e/ou renal.

Cuidados de Enfermagem: Enfermagem e o cuidar

Os aparelhos gessados são dispositivos rígidos de imobilização externa que envolvem uma região do corpo, de forma a mantê-la numa posição adequada.

CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO COM

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

A Campanha Sobrevivendo à sépsis (Surviving Sepsis Campaign) é um esforço mundial que visa reduzir a taxa de mortalidade por sepse. No Brasil, esta campanha é coordenada pelo Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), e baseia-se em 8 intervenções diagnósticas e terapêuticas, que nortearão políticas institucionais de melhoria assistencial, e são segmentadas em blocos:

A Sépsis é uma infecção grave do organismo, trata-se de uma reação inflamatória desenvolvida na via sanguínea a partir de uma infecção já existente. É desencadeada por uma infecção na qual um ou vários órgãos distantes do local infectado apresentam intensa atividade inflamatória.

Histórico A via intra-óssea (IO) como via de acesso à circulação venosa foi descrita em inicialmente, em 6977, por Drinker e col. Em 6989,.

Inicia-se com uma infecção causada por fungo, bactéria ou protozoário. O sistema imunológico é ativado, e responde de forma exacerbada, evoluindo para Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica.

-Pacote de curativo
-Algodão
-Ataduras
-Esparadrapo
-Etiquetas de identificação
-Hamper
-Lençol comum ou saco mortuário
-Biombo
-Vestimenta (conforme a rotina do hospital)

Aceitação : a pessoa espera a evolução natural de sua doença. Poderá ter alguma esperança de sobreviver, mas não há angústia e sim paz e tranquilidade. Procura terminar o que deixou pela metade, fazer suas despedidas e se preparar para morrer.
Preparo do corpo após a morte

Negação : age como se nada estivesse acontecido e se recusa a aceitar o fato da perda. O profissional de saúde deve respeitar porem ter o cuidado de não estimular, compactuar ou reforçar a negação.

As pessoas enfrentam a morte de várias maneiras. Segundo alguns estudos pode-se esboçar em cinco estágios as reações emocionais de uma pessoa enfrentar a morte:

Opa. Um firewall está bloqueando o acesso ao conteúdo do Prezi. Confira este artigo para aprender mais para saber mais ou contate o administrador do sistema.

Subdivide-se em mediato (desde a indicação para a cirurgia até o dia anterior a ela) e em imediato (corresponde às 79 horas anteriores à cirurgia).

Raiva : o paciente já assimilou seu diagnóstico e prognóstico, mas se revolta por ter sido escolhido. Tenta arranjar um culpado por sua condenação. Nesta fase deve-se tentar compreender o momento emocional do paciente, dando espaço para que ele expresse seus sentimentos, não tomando as explosões de humor como agressões pessoais.

Pré-operatório é o período de tempo que tem início no momento em que se reconhece a necessidade de uma cirurgia e termina no momento em que o paciente chega à sala de operação.

Depressão : aceita o fim próximo, fazendo uma revisão da vida, mostrando-se quieto e pensativo. E um instrumento na preparação da perda iminente, facilitando o estado de aceitação. Neste momento, as pessoas que o acompanham devem procurar ficar próximas e em silêncio.

A imobilização das fraturas, para além de as estabilizarem, permite o alívio da dor, diminui a hemorragia, evita complicações vasculares e nervosas e combate o risco de choque.

Formada no Centro Universitário Ítalo Brasileiro no Curso de Enfermagem, defendeu uma tese sobre a Prevalência da Automedicação em Idosos não institucionalizados. Realizou diversos estágios curriculares supervisionados. Atualmente, está se especializando em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e centro de Material e Esterilização.

A sépsis tem como causa direta os agentes microbianos, que fazem que o indivíduo utilize indiretamente, com base em suas respostas inatas ou genéticas, um conjunto de rações inflamatórias, neurais, hormonais e metabólicas, que conhecemos como Síndrome de Resposta Inflamatória Sistêmica, (SIRS).

Barganha : tentativa de negociar o prazo de sua morte, através de promessas e orações. A pessoa já aceita o fato mas tenta adiá-lo. Deve-se respeitar e ajudar o paciente.

  • Sincavidro | Sindicato de Vidro Plano do Rio de Janeiro
  • História da Argentina - Bandeira da Argentina • Bandeiras
  • Ações RescisГіrias no Processo do Trabalho;Law;Term paper
  • Implicações Flagranciais da "Cola" em avaliações da AcademiaPM de acordo com o CГіdigo Penal Comum e Militar
  • Edições e recursos com suporte do SQL Server 2016
  • Plano de Negócios 2018 - Planilha excel – Sebrae
  • Efeitos das polГ­ticas sociais nas ГЎreas de saГєde e nutrição
  • CONSIDERAÇÕES SOBRE O USO DO TESTE DA CASA-ÁRVORE-PESSOA - HTP
  • Acarbose: Bula de Indicações, efeitos colaterais, emagrece
  • Anlise da Estrutura das partes de Claro Enigma (Drummond