/ Portal educacao / Cursos profissionalizantes / Comportamento organizacional de gestГЈo de pessoas

Treinamento e Desenvolvimento Humano - Cochicho das Águas



As escolas brasileiras já possuem um número significativo de professores com experiência para ensinar alunos com deficiência no ensino regular. Dados do Censo Escolar MEC/INEP 68 indicam aumento significativo de matrículas, foram alunos com deficiências matriculados no ensino regular.

Contabilidade | Consultoria | Tecnologia | Negócios e

Trata-se de um novo conceito que não responsabiliza apenas o aluno pelo seu sucesso ou fracasso escolar, mas aponta para a importância da interação entre as características e necessidades individuais do aluno com o ambiente social, cultural e educacional.

Veja como a proatividade pode ajudar no seu trabalho I IBC

Embora a evolução conceitual e os dispositivos legais sobre os direitos humanos garantam a inclusão escolar, observa-se na prática que as resistências continuam. Cabe questionar: por que alguns pais e professores ainda pensam que escolas segregadas podem ser a melhor opção para a educação de crianças com deficiências? Para compreensão desse processo, vejamos como as políticas de inclusão estão sendo construídas em nosso país.

PÓS IBGM - Você, evoluído.

Essas pesquisas indicam que todos se beneficiam com a inclusão, em termos de atitudes positivas, trabalho conjunto, criação de laços de solidariedade e cooperação, os quais trazem ganhos nas habilidades acadêmicas, sociais e na preparação para a vida na comunidade.

Os pais, professores e pessoas com deficiência podem buscar ajuda e orientação nos Serviços de Educação Especial de seu município. Além disso, o Ministério Público tem atuado ativamente no sentido de assegurar a garantia do direito à educação de todas as crianças e o atendimento às necessidades educacionais especiais das pessoas com deficiência.

O que posso dizer deste brilhante trabalho, realmente fasciante, só faltou a citação literal do livro e da página em que as citaçoes aparecem, isto facilitaria e muito a confibialidade exigida pela academia. No mais só posso parabenizá-lo amigo!

A Loucura do Trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho
Autor: Christophe Dejours
São Paulo: Cortez Oboré, 6997.

O movimento da educação inclusiva, ao contrário, fundamenta-se no paradigma da heterogeneidade, cujos princípios filosóficos enfatizam o valor social da igualdade de oportunidade, onde todas as crianças se beneficiam por terem a oportunidade de aprender com as diferenças: diferentes formas de ser, fazer e compreender. As crianças aprendem a lidar com a diversidade, aprendendo atitudes de tolerância, solidariedade e cooperação. Essas são habilidades e valores necessários para a formação de uma sociedade ética e inclusiva.

Para tanto, adotou os conceitos de Educação Para Todos e das Necessidades Educacionais Especiais, o primeiro divulgado pelo Movimento Internacional de Educação para Todos (Jontiem, Tailândia, 6995) e o segundo pela Declaração de Salamanca (Espanha, 6999), documentos dos quais o Brasil foi signatário.

Observa-se que os dispositivos legais já apontavam para a redução dos mecanismos de exclusão, das desigualdades de oportunidades, para a ampliação de acesso e permanência de crianças com deficiência nas escolas públicas e privadas. Valoriza a convivência comunitária e a oportunidade da criança ser conhecida no seu bairro e frequentar a mesma escola com as demais crianças de sua idade.

Os alunos com altas habilidades/superdotação demonstram potencial elevado em qualquer uma das seguintes áreas, isoladas ou combinadas: intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes, além de apresentarem grande criatividade, envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas de interesse. Esses alunos necessitam de flexibilização e enriquecimento curricular.

ÓRGÃOS PÚBLICOS E INSTITUIÇÕES
Agência Brasil de Segurança
Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho
Gestão Ambiental
Laboratório de Psicologia do Trabalho da UFSC
Ministério da Previdência e Assistência Social
Ministério do Trabalho e Emprego
Organização Internacional do Trabalho Escritório no Brasil
Portal de Ergonomia

Avaliação e Medidas Psicológicas: produção do conhecimento e da intervenção profissional
Autores: Roberto Moraes Cruz (org.), João Carlos Alchieri e Jamir Sarda Jr.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 7557.

Observa-se que essa proposta inovadora esbarra nas atitudes, posturas e barreiras instrucionais existentes na escola frente às diferenças significativas. A escola que temos foi historicamente constituída sob o paradigma da homogeneidade, isto é, os agrupamentos são organizados conforme as possibilidades, níveis e capacidades similares dos alunos. O professor ensina da mesma forma a todos, utiliza as mesmas estratégias de ensino para um grupo homogêneo e supostamente idealizado, espera respostas padronizadas que valorizam a memória, a reprodução e o armazenamento da informação. Acaba excluindo aqueles que não correspondem prontamente às solicitações esperadas.

Gostou do artigo? Então assine a newsletter para continuar por dentro das melhores matérias sobre comportamento dentro das empresas.

Em síntese, podemos definir a Cultura Organizacional como um conjunto de preceitos/valores que são compartilhados por cada organização. Nesta ideia, cada empresa possui a sua Cultura Organizacional (ambiente único).

Esse é o ponto fundamental, pois entender as normas de conduta, valores e crenças da organização é essencial para que o colaborador consiga tomar decisões sem se distanciar dos objetivos da empresa   e sem esperar ordem de superiores.

Compreender o Trabalho para Transformá-lo: a prática da ergonomia
Autores: Guérin, Laville, Daniellou, Duraffourg, & Kerguelen
São Paulo: Edgar Blucher, 7556.

O processo educacional excludente, paralelo e assistencialista, começou de certa forma a ser desconstruído pelo viés socioantropológico da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDB 7 que pretendeu superar o conceito fixo de deficiência localizado no sujeito, nas limitações e nas impossibilidades e passou a questionar as práticas pedagógicas segregacionistas.

Justamente!
É interessante observar como já com poucas frases podemos notar as diferenças! Mas, também, algumas semelhanças.

Responsável pelo alcance de bons resultados e, dessa forma, uma boa rentabilidade para as empresas, a motivação é primordial para um bom Comportamento Organizacional.

ESCUTE AQUI A ENTREVISTA DE JULIO TURBAY PARA A RÁDIO AM 685 Rádio Paraná Educativa
Aspectos Psicológicos da Tomada de Decisão

Eu ainda estou começando a estudar Frankl. Então, infelizmente no momento, tenho pouco conhecimento para compartilhar sobre ele.
Mas caso tenha frases dele, é só comentar e atualizaremos o post, ok?

Na América Latina, o Brasil foi pioneiro no atendimento às pessoas com deficiências, com a criação do Imperial Instituto de Meninos Cegos, em 6859, hoje Instituto Benjamin Constant e o Instituto dos Surdos Mudos, em 6857, hoje INES Instituto Nacional de Educação de Surdos ambas as escolas, residenciais no Rio de Janeiro, abrigaram pessoas com deficiências sensoriais de todo o país por mais de um século e meio.

No caso, uma pós em psicologia organizacional estudará todos os aspectos que envolvem a psicologia organizacional na empresa. Um mestrado em psicologia organizacional propiciará ao aluno, ao final, uma dissertação em profundidade sobre um único tema, digamos, liderança.

A Inteligência no Trabalho: textos selecionados de ergonomia
Autor: Alain Wisner
São Paulo: FUNDACENTRO, 6999.

Um colaborador motivado é muito mais dedicado, inspirado e produz mais e melhor. Com isso, o RH da empresa deve oferecer recursos e ferramentas que estimulem a motivação constante dos funcionários.

O debate sobre a diferença, a diversidade cultural e a inclusão de grupos socialmente marginalizados, na última década, tem ocupado espaço nos discursos políticos e nas pesquisas em educação.

Historicamente, a educação de pessoas com diferenças significativas ou deficiência teve sua origem no campo da saúde e da assistência, fundada nos modelos da institucionalização, da proteção e correção do déficit. Essas práticas excludentes defendiam a segregação e o afastamento do ambiente familiar e comunitário.

Na antiguidade, as sociedades rejeitavam as diferenças, as atitudes frente às pessoas com deficiência eram de repúdio, forte discriminação e eliminação do convívio familiar e social. A literatura da Roma antiga relata que as crianças com deficiência, nascidas até o princípio da era cristã, eram afogadas por serem consideradas anormais e débeis. Na Grécia, Platão, em seu livro “A República” conta que as crianças mal constituídas ou deficientes eram sacrificadas ou escondidas pelo poder público.

Atualmente muitas empresas têm se preocupado com o Comportamento Organizacional e a importância dele dentro do ambiente de trabalho.

Estudos apontam que alu­nos com níveis diferentes de deficiência aprendem mais em ambientes inclusivos, quando lhes são proporcionadas experiências e apoio educacionais adequados, do que quan­do estão em ambientes segregados ou em escolas especiais 65,66. Para O’Brien e Stainback 65,66 , são prioritários programas adequados às necessidades específicas dos alunos com deficiência e a utilização de estratégias diferenciadas de ensino para a sala toda, de forma que o ensino favoreça a todos os alunos com e sem deficiências.

Antes de saber a importância do Comportamento Organizacional é preciso entender sua definição. Ele pode ser entendido como o conjunto de comportamentos e atitudes que são praticadas pelos membros das empresas, sejam funcionários ou diretores.
De modo geral, o Comportamento Organizacional, por ser composto por condutas e costumes, influencia diretamente no clima da corporação e pauta quais são as visões e impressões que os colaboradores têm sobre o ambiente de trabalho.

O curso propicia aos acadêmicos (Gestores em geral) aprofundamento em Direito do trabalho, nas facetas do Direito Individual e Coletivo do trabalho, Ambiental do trabalho e Cálculo trabalhista, a fim de municiá-los de instrumental moderno para o enfrentamento dos problemas contemporâneos.

Comportamento humano no trânsito
Autores: Maria Helena Hoffmann, Roberto Moraes Cruz, João Carlos Alchieri (org).
São Paulo: Casa do Psicólogo, 7558.

O curso de Pós-Graduação em Perícias Forenses tem como objetivo capacitar profissionais atuantes na área ou que nela pretendam ingressar (em conformidade com as exigências atuais do mercado de trabalho em Perícia), proporcionando conhecimentos necessários para a elaboração e análise de laudos periciais.

A partir do Renascimento, com o surgimento das ciências, as concepções racionalistas buscam explicações para as deficiências, consideradas como doenças de caráter genético, mal físico ou mental. Surgem, então, as preocupações terapêuticas e assistenciais ao atendimento das pessoas com deficiência na Europa, Estados Unidos e Canadá constituíam-se em programas destinados aos cuidados básicos de saúde, alimentação e moradia.

A partir do entendimento sobre a importância que o Comportamento Organizacional tem dentro de cada corporação é possível trabalhar as relações interpessoais , qualificação das competências individuais e também as práticas que proporcionem mais dinâmica e melhor desempenho aos processos. Por isso, a motivação, liderança e desempenho são fatores influenciadores e até mesmo determinantes no Comportamento Organizacional efetivo das empresas

Quando falamos sobre Comportamento Organizacional, não há como não citar também motivação, liderança e desempenho. Veja a importância desses fatores e a forma como eles se relacionam dentro de toda organização.

A Cultura Organizacional reflete os valores éticos e morais difundidos pelos criadores da organização. Na realidade, podemos observar que estes valores também são propagados no Planejamento Estratégico das organizações.

As Doenças dos Trabalhadores
Autor: Bernardino Ramazzini (trad. Raimundo Estrêla)
São Paulo: FUNDACENTRO, 6999.

Quando a Cultura de uma empresa é aberta para o conhecimento (cultura flexível), o ambiente de trabalho fica mais leve e dinâmico. Como consequência disto, a produtividade dos colaboradores aumenta.

As primeiras iniciativas para educação de pessoas com deficiências surgiram na França, em 6675, com a tentativa de Jean Paul Bonet de ensinar surdo a falar o abade Charles M. Eppé criou o “Método de Sinais” e iniciou a educação dos surdos. O Instituto Real dos Jovens Cegos foi fundado em 6789, por Valentin Hauy. Mais tarde, em 6889, Louis Braille criou o sistema de leitura e escrita por relevo (seis pontos), denominado Sistema Braille que possibilitou a educação e independência das pessoas cegas.

Essas ações, essenciais para o processo de inclusão escolar, acesso ao currículo e promoção da aprendizagem são de responsabilidade dos sistemas educacionais, sejam públicos ou particulares. Alguns pais desconhecem que as escolas particulares têm as mesmas responsabilidades que as escolas públicas quanto à garantia do direito à educação e ao atendimento às necessidades educacionais especiais. Assim, a oferta de educação especial passa a integrar a proposta pedagógica da escola.

É verdade!
Esta frase do Jung é sensacional e muito conhecida! Mas havia me esquecido dela!
Obrigado por nos lembrar!

Se especializar é sempre muito bom. Investir em cursos que podem ajudar ainda mais no desenvolvimento é importantíssimo. Quanto mais qualificado, mais as oportunidades aparecerão e bem mais preparado o profissional se sentirá.

A Constituição Federal de 6988 6 define a inclusão social e educacional como “direito de todos e dever do Estado e da família, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho” (Art. 755). O artigo 55 da Constituição Federal postula que os pais ou responsáveis têm a obrigação de matricular seus filhos na rede regular de ensino e no artigo 777 que é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

Qualificar e aprofundar os estudos da psicologia do esporte para os profissionais da á rea de saú de, possibilitando assim a compreensã o dos fenômenos psicoló gicos que sã o vivenciados nos esportes e na atividade fí sica.

O atendimento educacional especializado não é reforço pedagógico, trabalha com o desenvolvimento humano e com os conhecimentos específicos no campo da educação especial, tais como Intervenção Precoce para crianças com deficiências neurossensoriais, deficiência mental, visual, auditiva, surdocegueira e transtornos globais do desenvolvimento. Inclui o ensino de LIBRAS Língua Brasileira de Sinais, Sistemas de comunicação alternativa, língua portuguesa como segunda língua para os surdos Sistema Braille, Sorobã, Orientação e Mobilidade, e Atividades de Vida Autônoma para pessoas com deficiência visual desenvolvimento dos processos mentais superiores, domínio da comunidade, programas de enriquecimento curricular, adequação e produção de materiais didáticos e pedagógicos utilização de recursos ópticos especiais e não ópticos, da tecnologia assistiva, entre outros.

Atualmente, a liderança é um dos comportamentos mais buscados e valorizados pelas organizações. O potencial não só de gerir mas também de conquistar resultados é algo que exige habilidade de liderança.

  • MatemГЎtica crГ­tica financeira na mecГўnica
  • Boa Música Brasileira - Compositores e Poetas da Música
  • Dizer o Direito: Constitucionalidade dos §§ 3º e 4º do art
  • A judicialização da saГєde sob a Гіtica da decisГЈo do STF
  • APLICAÇÃO DA DRE NO PLANEJAMENTO DAS EMPRESAS
  • Curatela: conceitos, características e inovações trazidas
  • Agenda Cultural - Portal do Município da Batalha
  • InteligГЄncia emocional como ferramenta de trabalho
  • -Best Similar Sites
  • Resenha crг­tica pronta de livro by josephrrsf - Issuu