/ Portal educacao / Cursos profissionalizantes / Projeto de pesquisa sobre educação continuada

Como fazer um projeto de pesquisa segundo as regras da ABNT



a ideia aqui é dividir o trabalho em etapas e fazer uma estimativa de quanto tempo você deve precisar para cada uma delas. Note que eu disse “estimativa”, porque nem sempre é possível dizer de antemão e também podem acontecer imprevistos. Não se preocupe, porque os avaliadores sabem disso. O que você precisa passar para eles, neste item é:

Projeto de Pesquisa - Conhecimento, Competência e Liderança

O post de hoje é simples e direto. Ele tem a proposta de ajudar você, que vai passar as férias de julho escrevendo um projeto para o próximo desafio da vida na universidade.

Projeto de Pesquisa - InfoEscola

ABNT é uma associação privada, sem fins lucrativos, que foi fundada em 6995 e tem, por objetivo, a normalização técnica do Brasil.

Modelo de projeto de pesquisa

É um planejamento do método utilizado por um pesquisador que pretende gerar certa pesquisa. O projeto de pesquisa define os rumos tomados pelo pesquisador contendo as questões de estudo, uma maneira de abordar a realidade. Seguir objetivos evitam o desperdício de tempo e diminui o custo elevado da pesquisa. O projeto responderá algumas perguntas:

Sim, o projeto já é um primeiro grande desafio para muita gente, Giovanna. Mas como eu disse, se vc planejar o projeto para te ajudar na etapa seguinte, já é um bom caminho andado. Vou torcer para que não seja tão sofrido 😉

Objetivos – aqui vão aparecer às pretensões do pesquisador, descreve os prováveis resultados delimitando-os. Os objetivos dividem-se em gerais e específicos. No objetivo usa-se verbos no infinitivo.

Cronograma – delimita cada ação feita no projeto de pesquisa em termo de tempo. Pode-se ser em meses e de acordo com cada atividade realizada.

A grosso modo, dá para dizer que há uma estrutura básica para projetos científicos, com elementos comuns a todas as modalidades. Há também, claro, particularidades que diferenciam um projeto de IC de um de pós-doc. A FAPESP, que é a maior agência de fomento do Estado de São Paulo, exige os mesmos itens para o projeto de IC , Mestrado e Doutorado , por exemplo. Há instituições, que não especificam suas exigências para o projeto. Aliás, o CNPq ou a FAPEMIG , por exemplo, não chamam de projeto, mas sim de 8775 plano de trabalho 8776 então se você quiser buscar modelos na internet, vale alternar os termos entre “projeto de pesquisa” e “plano de trabalho”.

O projeto de pesquisa é, portanto, um documento que irá apresentar os planos para o desenvolvimento de possíveis atividades realizadas durante a pesquisa.

Independentemente de como você a nomeie, esta seção deve conter a explicação de como você pretende desenvolver o trabalho. Qual será o procedimento para responder à sua questão (ou questões)? Como você pretende desenvolver cada etapa mencionada no item anterior?

O primeiro passo para uma candidatura bem-sucedida é, na minha opinião, saber o que se espera de você. Ou seja, confira no site da instituição se há um modelo determinado de projeto, ou se eles têm ao menos uma lista de itens exigidos.

Nem sempre você vai encontrar informações específicas, como no caso do CNPq. Nesses casos, tente buscar em instituições semelhantes, ou perguntar a alguém que já teve um projeto aprovado.

Exemplos: específicos – numerar, investigar, relacionar, traduzir, listar, exemplificar, distinguir, aplicar, selecionar, classificar etc.

Passarei as férias escrevendo meu projeto de mestrado. Estou na fase louca de último ano de graduação, finalização de IC, TCC, prova escrita pela frente, eventos São muitas emoções! Haha
No programa de pós no qual desejo ingressar, a avaliação do projeto, prova escrita e entrevista compõem as etapas do processo seletivo. O programa especifica, em edital, o que deve conter no projeto. Mas mesmo assim, escrevê-lo é um desafio. Meus amigos do grupo de estudos que já estão na pós costumam dizer: 8775 pari meu projeto 8776 , 8775 sofri as dores do parto 8776 hahaha Acho que faz todo sentido!
Obrigada por todas as dicas. 😊☺

Seu projeto deve conter, de forma genérica, uma descrição de seu objeto de estudos, dos objetivos da pesquisa e como você pretende desenvolvê-la, de forma que você consiga justificar a importância do estudo – em relação ao que já foi feito sobre o assunto, mas também para a Instituição ou Agência de Fomento à qual o projeto será submetido. Para isso, os seguintes itens devem ser contemplados:

Você sabe qual o perfil dos mestres e doutores do Brasil? Analisando, com calma, uma pesquisa do CNPq, descobrimos dados impressionantes!

A ideia é deixar claro para o leitor, entre a Introdução e os Objetivos, o que você pretende estudar e para que estudar isso da forma como você está propondo.

São muitas dicas e normas, mas, com o tempo, a elaboração de projetos fica mais fácil e você consegue, de forma mais rápida e eficiente, elaborar um projeto científico de qualidade!

Parte externa do projeto de pesquisa, que contém informações de identificação do trabalho científico. Deve possuir as seguintes estruturas:

Requer paciência, tempo e, muitas vezes, um investimento financeiro (caso o aluno opte por contratar uma empresa ou pessoa especializada no assunto para formatar todo o trabalho).

• O que pesquisar? (tema)
• Por que pesquisar? (justificativa)
• Para que pesquisar? (objetivos)
• Como pesquisar? (metodologia)
• Quando pesquisar?
• Por quem? (cronograma)

Por isso, repito aqui: cada submissão é um caso particular. Eu aconselho muito, para os casos em que não há restrições a esse respeito, que você entre em contato com professores e alunos da universidade para a qual vai submeter seu projeto. É importante para você saber dos interesses e das disponibilidades de pesquisa da casa.

Além disso, você pode (e deve!) adaptar seu projeto de acordo com a candidatura. Um mesmo projeto pode ser submetido para mais de um processo seletivo. Mas convém você enfatizar coisas diferentes, pensando na banca avaliadora ou nos objetivos gerais da instituição. Por exemplo você pode focar no objeto, quando alguém da banca tem os mesmos interesses, ou você pode enfatizar a metodologia ou a teoria que embasa a pesquisa, caso os professores locais não trabalhem especificamente com o seu tema.

O Projeto de Pesquisa é muitas vezes o ponto de partida de uma pesquisa científica. Ao longo da vida acadêmica, escrevemos diversos projetos, começando na Graduação para a Iniciação Científica, depois no Mestrado , Doutorado , Pós-Doutorado. Se você seguir carreira acadêmica, então, vai estar sempre submetendo projetos de pesquisa para instituições de fomento.

Idealmente, o cronograma deve ser apresentado em formato de tabela, para ajudar na visualização do todo. Se você sentir que precisa explicar as etapas, pode fazer um texto descrevendo cada uma delas e depois adicionar a tabela, apenas com o nome das etapas e o tempo previsto de sua duração.

Uma das maiores queixas de qualquer estudante que realiza pesquisas de naturezas acadêmica ou científica é saber como formatar o seu projeto de pesquisa.

Problema – É feito em forma de pergunta. No decorrer do projeto a pergunta vai sendo explorada e respondida.
Exemplo: Qual a utilidade da era informatizada para a atualidade?

Quanto melhor você conseguir delinear a pesquisa antes de começá-la, mais convincente seu projeto será. Além disso, sua execução ficará muita mais fácil!

O apêndice é um elemento opcional do projeto de pesquisa, que possui um conteúdo elaborado pelo próprio autor e visa a melhor compreensão do projeto científico.

Objetivos específicos – mostra aspectos e ações detalhadamente. Assim como o objetivo geral usa verbos no infinitivo o específico também.

Exemplos: gerais – analisar, explicar, saber, entender, identificar, descrever, aprender, julgar, compreender, conhecer etc.

Peça ajuda ! Não tente inventar a roda! Você não é o primeiro ou a primeira a escrever um projeto para determinada bolsa ou vaga. Pergunte para quem já fez, ainda mais se você é novo no assunto ou na metodologia. Sabemos que cada pesquisa é particular, mas como eu disse acima, há pontos básicos que devem ser tratadas em todas elas. É isso que faz da sua proposta uma pesquisa científica.

Sim, Fanny, acho que vc pode ter um objetivo geral, que justifique seu trabalho e sua abordagem e estabelecer metas específicas, talvez para cada etapa do trabalho. Eu acabei fazendo isso no meu projeto de doutorado, porque a temática era muito abrangente. Ajudou muito, não apenas na hora de delinear o trabalho, mas de executá-lo mesmo. Estou aqui torcendo muito pelo seu 😉

Vai passar as férias escrevendo um projeto? Como é o processo seletivo na sua área? Deixe um comentário abaixo e aguarde novas dicas específicas sobre projetos em diferentes áreas acadêmicas. Até lá!

Por isso na hora de fazer o seu trabalho, tenha muito foco, não fuja do assunto, cuidado com erros de concordância e assim poderão apresentar algo bem feito.

Nessa parte é necessário conter o que o pesquisador está pretendendo com essa pesquisa, além disso ele deve descrever os resultados possíveis delimitando-os. Além disso os objetivos devem ser divididos em gerais e específicos, onde os específicos devem ser mais detalhados, mostrando os aspectos e as ações. Os objetivos tanto específicos quanto gerais devem iniciar com verbos no infinitivo.

Muitos trabalhos escolares, projetos de pesquisa   diversos, TCC e monografias são pedidas que se faça uma   justificativa e por isso trouxemos todas as informações. A justificativa de um projeto é uma das partes mais importantes porque é nela que você irá convencer que estiver lendo que o seu projeto é bom e que deve ser feito e por isso abaixo explicaremos como fazê-la.

Por ser uma entidade privada, a adequação de trabalhos acadêmicos e científicos, quanto às normas propostas pela ABNT, é facultativa e cabe à instituição de ensino decidir se irá adotá-la ou não.

Em geral, um projeto deve conter entre 65 e 75 páginas, com bibliografia e imagens. Nessas dimensões, seu resumo não deve ultrapassar 75 linhas. Mas (de novo!), não esqueça de conferir se há regras específicas para a sua submissão!

este item também é chamado de “Materiais e Métodos”. Eu prefiro a ideia genérica de metodologia, porque acho mais aplicável às Humanidades. Mas se você faz uma pesquisa na qual o termo “materias” faz sentido, aconselho o uso de “Materiais e Métodos”.

Tema – procurar um tema de domínio do pesquisador. O pesquisador tem que provar algo no tema. Estar atento as possibilidades possíveis do assunto. Considerar as contribuições e interesse do tema na área científica. Lembrar que o conhecimento existe em várias áreas, dentre as várias áreas o pesquisador faz sua escolha.

Mas calma! Você sabia que todo mundo tem capacidade de escrever artigos  e elaborar projetos científicos? A Royal Society, por exemplo, já publicou um artigo escrito por crianças!

Normatizar um artigo, uma tese ou um projeto de pesquisa, por exemplo, é considerado por grande parte dos estudantes como a pior parte da elaboração de um projeto científico.

Que legal!.. Eles estão no ultimo grau da escola e tudo que fizeram foi falar, fazer e escrever o que esperavam o que eles fizesse. E lógico, está ensinando o formando a procurar saber o que querem que ele escreva, ou faça para ser aceito e aprovado!!! Isso è ser doutor do quê??!!
O que vocês acham ou esperam que vai acontecer quando um(a) 8775 doutor(a) 8776 desse estiver na banca examinadora???!!! kkkkkkkk,,,
Eles aprendem o caminho das pedras, e por isso estão sempre nos mesmos riachos!!!
Quem realmente vai mais longe, aprende a nadar e nadam em qualquer lugar, e não temem o mar aberto. Trabalham confiantes e livres, e inovam sem medo de serem reprovados, são criativos e sonham de verdade o seu próprio sonho e por isso também, são lembrados, marcados e reconhecidos na história. Pelos seus feitos e pelas soluções que de fato criaram trazendo e gerando evolução do bem e melhorias relevantes para a humanidade.

São elementos opcionais. Deverão conter todas as ilustrações e tabelas apresentadas no decorrer do projeto sinalizadas com a sua localização (página).

Bom, se você está lendo isso antes de escrever o seu, então pense no processo como um todo considere seu projeto a primeira etapa da pesquisa e não um fim em si. Sei que muita gente escreve o projeto e depois acaba esquecendo ele na gaveta, depois da aprovação. Tente não ser assim! Use-o como seu guia quando for pesquisar e escrever. Isso vai te ajudar a manter uma lógica da pesquisa, a visualizar cada etapa e onde precisa chegar. Com isso, você vai enxergar também o que deu errado de acordo com a proposta inicial e vai aprender a considerar certos aspectos de forma diferente, na hora de apresentar um novo projeto de pesquisa!

a) ATUALIDADE: inserção do tema no contexto atual
b) INETISMO DO TRABALHO: proporcionará mais importância ao assunto
c) INTERESSE DO AUTOR: vínculo do autor com o tema
d) RELEVÂNCIA DO TEMA: importância social, jurídica, política, etc.
e) PERTINÊNCIA DO TEMA: contribuição do tema para o debate jurídico.

Além disso, há as particularidades de projetos de cada área: com trabalho de campo, experimentos em laboratório, exames de pacientes, entrevistas, simulações em supercomputadores, etc. Mas vamos começar pela estrutura geral, o básico de qualquer projeto.

A elaboração de gêneros científicos requer uma padronização ou normatização que, no Brasil, segue o modelo da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Você pode também dividir o item sobre a metodologia em dois, separando a análise dos resultados. Assim você será capaz de enfatizar melhor como pretende conduzir o estudo, após a obtenção dos dados e fontes.

  • DepressГЈo e suicГ­dio com os profissionais de saГєde
  • A importГўncia da atividade fГ­sica na terceira idade
  • Pesquisa de Normas Copel
  • Qual a importГўncia da compreensГЈo do tempo histГіrico para a construção da concepção de HistГіria como processo.
  • Esquecimento Global: Clima e Aquecimento
  • Poesia sempre JsmГЎlia -alphonsus de Guimaraens
  • Slackline
  • A Administração de condomГ­nio na figura do sГ­ndico
  • Aterro sanitario solução e seus impactos economicos e ambientais
  • Sugestoes metologicas da forca de Atrito no ensino medio